Santo Amaro: Fajã de Vasco Martins

Para se avistar esta fajã é necessário fazer uma caminhada que vivamente recomendo. Partindo do Toledo e após uma caminhada através das pastagens, um atalho, à direita, leva-os à beira da rocha. Transposta uma cancela inicia-se a descida que os levará, se seguirem pela bifurcação da esquerda, após uma dezena de metros, até junto a uma queda de água onde, no regresso, se poderão descedentar. Ao seguir-se pela direita, após alguns minutos, pode-se visualizar esta encantadora fajã onde, em 1864, encalhou um navio espanhol (Algorta), carregado de algodão, com nove pessoas que se salvaram. É um dos poucos lugares dos Açores onde se podem apanhar eiróses.

   

© 1998-2012 Bráulio Fonseca e Galaia - CSI

Ilha de São Jorge, Açores, Portugal